Segundo os dados da YearBook Digital 2018 realizado pela agência americana We Are Social no início do ano, destaca que já somos 4 bilhões de internautas no mundo, aumento de 7% em relação ao ano anterior, as mídias sociais são as plataformas preferidas com 3 bilhões de usuários e os 5 bilhões de telefones celularestrafegam mais dados do que voz. É a Transformação Digital que dá sinais que não será um processo do futuro, mas de uso contínuo.

Raymundo Peixoto, vice-presidente de Vendas de Soluções de Infraestrutura da Dell EMC América Latina, destacou no Fórum de tecnologia realizado em agosto em Salvador a importância da Transformação Digital nos negócios.

“O motor da transformação digital tem sido a Quarta Revolução Industrial, na qual os dispositivos, sistemas e serviços estão cada vez mais conectados e inteligentes. O que exige das empresas mais capacidade de transformar os dados, estruturados e não estruturados, em informações estratégicas para a rápida tomada de decisões que garantam o crescimento e o sucesso dos negócios”.

Peixoto também ressaltou o papel da Tecnologia da Informação (TI) no apoio a essa transformação.

“A TI tem um papel essencial, não só para oferecer a infraestrutura adequada para que as empresas coletem, processem, armazenem e distribuam esses dados de forma eficiente, mas também para que as organizações equipem a força de trabalho com as tecnologias e os serviços que inspirem os colaboradores a trabalhar e a pensar melhor. Ou seja, estamos falando sobre a capacidade de pessoas e tecnologias colaborarem e trabalharem juntas para resolver desde os maiores desafios dos negócios a questões cotidianas”.

Em artigo publicado esse mês no Portal PME NEWS, que tem a Transformação Digital como tema, o Ceo da GV8 Sites e Sistemas, Hugo Vidor, sugere uma atenção especial aos empresários para um potencial público-alvo – “Os jovens”.

“Observem quem são os seus potenciais clientes. Pessoas nascidas a partir do ano de 1994, chamadas de geração Z. São os jovens da era digital, hoje universitários e que já ingressam no mercado de trabalho.”.

Vidor enfatiza que a Transformação digital não é restrita a empresas de tecnologia.

“Qualquer empresa pode se beneficiar da cultura digital. Com clientes cada vez mais dependentes da tecnologia, todo e qualquer produto oferecido deve ser capaz de satisfazer suas necessidades. Tudo isso a partir do mundo digital!”.